segunda-feira, 30 de maio de 2011

Momentos

Há momentos de sorrir e de chorar. Há momentos em nossas vidas que são inesquecíveis. Há momentos em que não acreditamos na existência da felicidade e do amor. Mas em certos momentos pessoas entram em nossas vidas e nos faz acreditar que desistir de nossos sonhos não vale a pena. Há momentos que o coração não consegue se conter de alegria e bate forte ao estar do lado de quem te faz feliz. Há momentos que não esquecemos jamais, como o encontro de alguém tão especial que de certa forma mudará a nossa vida. Há momentos onde deixamos de lado o medo e vivemos o que o coração pede. Há momentos que acreditamos mesmo que a esperança é a última que morre, pois encontramos pessoas que nos mostra o caminho que ela está trilhando. Há momentos que para sempre ficarão em nossos corações, assim como o dia em que te encontrei no meu caminho. Você com esse jeito de simples de ser. Esse jeito de ser você mesmo, não se importando com os demais. Você que é tão sincero, tão meigo, tão lindo... Você que me faz sorrir mesmo não estando presente. Você que a partir de um dia que já estava escrito, não sai mais dos meus pensamentos. Você que em tão pouco tempo mudou a história. Não há nada a fazer, apenas viver o momento de agora, o momento em que nossos corações pulsam no mesmo compasso da canção, a qual a letra somente nós dois sabemos. Você é mais que especial...porque???... Se eu encontrasse nos mais lindos poemas palavras para lhe dizer, eu lhe diria... Mas neste momento apenas lhe digo... Você não sai dos meus pensamentos e a sensação que sinto ao lhe ver, não tem definição. Simplesmente algo dentro de mim me faz ver seu olhar, seu sorriso todas as vezes que fecho meus olhos. Algo dentro do meu peito bate forte por você.


Perolas


A pérola é o resultado da entrada de uma substância estranha, ou um grão de areia, no interior da concha que contém a ostra. A parte interna da concha é uma substância lustrosa chamada nácar. Quando um grão de areia nela penetra, as células do nácar entram em ação e recobrem o grão com várias camadas, para proteger o corpo indefeso da ostra.

Como resultado, uma linda pérola vai se formando no seu interior. Uma ostra que nunca foi ferida não produzirá pérolas, pois a pérola é uma ferida cicatrizada.

Você já se sentiu ferido pelas palavras rudes de um amigo? Já foi acusado de ter dito coisas que não disse? Suas idéias e atitudes já foram rejeitadas ou mal interpretadas? Então produza uma pérola! Cubra suas mágoas e as rejeições sofridas, com camadas e camadas de perdão e amor.

Infelizmente, são poucas as pessoas que aprendem a não cultivar ressentimentos, e por isso deixam as feridas abertas, alimentando-as com sentimentos inferiores, não permitindo que cicatrizem, e daí o haver tantas ostras vazias!

Não porque não tenham sido feridas, mas porque não souberam compreender, perdoar e transformar a dor em amor. Fabriquemos pérolas!


Ausência

Eu deixarei que morra em mim o desejo
de amar os teus olhos que são doces
Porque nada te poderei dar senão a mágoa
de me veres eternamente exausto
No entanto a tua presença é qualquer coisa
como a luz e a vida

E eu sinto que em meu gesto existe o teu gesto
e em minha voz a tua voz
Não te quero ter porque
em meu ser está tudo terminado.
Quero só que surjas em mim
como a fé nos desesperados

Para que eu possa levar uma gota de orvalho
nesta terra amaldiçoada
Que ficou sobre a minha carne
como uma nódoa do passado.
Eu deixarei ... tu irás e encostarás
a tua face em outra face

Teus dedos enlaçarão outros dedos
e tu desabrocharás para a madrugada
Mas tu não saberás que quem te colheu fui eu,
porque eu fui o grande íntimo da noite
Porque eu encostei a minha face
na face da noite e ouvi a tua fala amorosa

Porque meus dedos enlaçaram os dedos
da névoa suspensos no espaço
E eu trouxe até mim a misteriosa essência
do teu abandono desordenado.
Eu ficarei só
como os veleiros nos portos silenciosos

Mas eu te possuirei mais que ninguém
porque poderei partir
E todas as lamentações do mar,
do vento, do céu, das aves, das estrelas
Serão a tua voz presente, a tua voz ausente,
a tua voz serenizada.

Vinicius de Moraes

domingo, 29 de maio de 2011


Encontrei no infinito

Eu sabia que tu existia
Os astros me diziam...eu sentia!
O vento segregou-me murmúrios,da tua alma
Trouxe-me o perfume da tua essência
florida de sonhos belos...
Ah!com eles eram tão iguais aos meus!
Quando olhava a lua,ela sorria com teu sorriso.
Ela murmurava-me os teus suspiros
Observava as estrelas e via o teu brilho.
Ouvia-te na sinfonia das ondas
E minha alma dançava em tua direcção.

Quero



Quero agora apenas sentir.
Peço que apaguem os registros.
E impeçam-se imprevistos.
Posso não posso mais me deixar ferir.


Quero mais é a paz e a alegria
Quero de novo a felicidade.
Dentro da mais real realidade.
Quero viver de novo cada novo dia.

Quero sentir meu coração batendo.
Quero sentir minha face ardendo.
Aquele frio na barriga...
Sem mais medo de nada, nem de briga.

Quero não mais sentir dor.
Quero não me deixar doer.
Quero quem queira paixão.
E saiba viver de amor.

E assim será.


E você?

Lilian Russo

quinta-feira, 26 de maio de 2011


Ser chique é...


Nunca o termo "chique" foi tão usado para qualificar pessoas, como nos dias de hoje. A verdade é que ninguém é chique por decreto. E algumas boas coisas da vida, infelizmente, não estão à venda. Elegância é uma delas. Assim, para ser chique é preciso muito mais que um guarda-roupa ou closet recheado de grifes famosas e importadas. Muito mais que um belo carro italiano.



O que faz uma pessoa chique, não é o que essa pessoa tem, mas a forma como ela se comporta perante a vida.



Chique mesmo é quem fala baixo. Quem não procura chamar atenção com suas risadas muito altas, nem por seus imensos decotes e nem precisa contar vantagens, mesmo quando estas são verdadeiras.


Chique é atrair, mesmo sem querer, todos os olhares, porque se tem brilho próprio.


Chique mesmo é ser discreto, não fazer perguntas ou insinuações inoportunas, nem procurar saber o que não é da sua conta.


Chique mesmo é parar na faixa e dar passagem ao pedestre e evitar se deixar levar pela mania nacional de jogar lixo na rua.


Chique mesmo é dar bom dia ao porteiro do seu prédio e às pessoas que estão no elevador. É lembrar do aniversário dos amigos.


Chique mesmo é não se exceder jamais! Nem na bebida, nem na comida, nem na maneira de se vestir.


Chique mesmo é olhar nos olhos do seu interlocutor. É "desligar o radar" quando estiverem sentados à mesa do restaurante, e prestar verdadeira atenção à sua companhia.


Chique mesmo é honrar a sua palavra, ser grato a quem o ajuda, correto com quem você se relaciona e honesto nos seus negócios.


Chique mesmo é não fazer a menor questão de aparecer, ainda que você seja o homenageado da noite!



No entanto, para ser chique, chique mesmo, você tem, antes de tudo, de se lembrar sempre de quão breve é a vida e de que, ao final e ao cabo, vamos todos retornar ao mesmo lugar, na mesma forma de energia.



Portanto, não gaste sua energia com o que não tem valor, não desperdice as pessoas interessantes com quem se encontrar e não aceite, em hipótese alguma, fazer qualquer coisa que não lhe faça bem. Porque, no final das contas, chique mesmo é ser feliz!

Classe e ousadia

Cada um tem de mim exatamente o que cativou, e cada um é responsável pelo que cativou, não suporto falsidade e mentira, a verdade pode machucar, mas é sempre mais digna. Bom mesmo é ir a luta com determinação, abraçar a vida e viver com paixão. Perder com classe e vencer com ousadia, pois o triunfo pertence a quem mais se atreve e a vida é muito para ser insignificante. Eu faço e abuso da felicidade e não desisto dos meus sonhos. O mundo está nas mãos daqueles que tem coragem de sonhar e correr o risco de viver seus sonhos.

Charles Chaplin

quarta-feira, 25 de maio de 2011


Nossa vida ...
É como uma viagem de trem
Que segue os seus trilhos
Cruzando destinos a cada estação.

Sempre caminha para frente,
Sem olhar para trás.
Levando lembranças,
Trazendo emoções.

mas tem quem desça do trem
Sem antes completar seu destino
Há quem fique sentado a beira do caminho.

Mas a vida.
A vida não é para aqueles que estacionam,
O trem não espera.

A viagem nos convida
A entender o melhor da vida,
Mostra-nos as paisagens
Que “o viver” tem.

Nina Linhares



terça-feira, 24 de maio de 2011

Uma eterna aprendiz





Uma eterna aprendiz

Há certos momentos na vida em que
nos vemos diante de situações, e que temos que escolher um caminho a seguir.
Na maior parte das vezes, há d
uas ou mais escolhas a fazer; continuar na estrada já
conhecida, retinha, sem perigo, ou então arriscar-se a tomar um novo cam
inho, que pode ou não ter ped
ras, buracos. Aí é que está uma das grandes graças de se viver, a graça de termos chance de fazer nossas próprias escolhas.
São nossas escolhas que determinam quem somos ou o que viemos a ser. São elas que podem mudar nossa vida, e a vida de muitas outras pessoas. E é graças a nossas escolhas que podemos mudar
, inovar, fazer diferente. Ousar. Colorir, deixar preto e branco, sair da margem de nós mesmos. Graças a nossas escolhas que podemos nos reinventar, de sermos aprendizes de nós mesmos.

Muitas vezes, é preciso que estejamos diante de escolhas para mostrar quem verdadeiramente somos, para que consigamos enxergar dentro d
e nós mesmos e aí então estarmos prontos para mudar.
Minha vida mesmo é uma co
nstante mudança, uma constante metamorfose. E e assim que desenvolvo meu verdadeiro eu, cheio de altos e baixos, cheio de abismos e de pedras no caminho. Que encaro e não desvio. Não escolho o caminho fácil, e também não fico choramingando por tê-lo escolhido ou talvez até mesmo por me ter pressionado a escolhê-lo. S
ão meus medos enfrentados
que me fazem forte, que constroem meu carácter. A minha vida eu levo do modo que me convém melhor, sem vergonha de mostrar o que realmente sou, do que realmente gosto, do que tenho medo.
Sem esconder quando levo um tombo, sem sentir vergonha alguma de muitas vezes pedir por ajuda para levantar. Porém, levanta se
mp
re de cabeça erguida, pronta para um novo embate, pronta para lutar novamente para melhorar o que sou
Ter medo de mudar e fazer novas escolhas é normal, mas é preciso. Ao postar-se diante de um desafio, são nossas escolhas que determinarão a que realmente viemos até aqui.
A questão é: aceitar o desafio mudando e aceitando crescer emocionalmente, evoluindo em si mesmo; ou continuar ilhado em um mar de mesmice, em um mundo onde viver é sinóni
mo de ve
getar.
Eu continuo aderindo as escolhas das mudanças. As escolhas que me dão o impulso de viver, de inovar, de ousar, de fazer diferente, e “não ter a vergonha de ser feliz; cantar e cantar e cantar a beleza de ser um eterno aprendiz”.



Reflexões

Há momentos na vida em que sentimos tanto a falta de alguém…
que o que mais queremos que esta pessoa permaneçam em nossos sonhos e abraça-la…
Devemos sonha com
aquilo que quiser…
Seja o que você
quer ser…
Porque você possui apenas uma vida
E nela só temos uma chance de fazer aquilo que quere
mos.

Tenha felicidade bastante para faze-la doce,
dificuldades para faze-la forte,
tristeza para faze-la humana.
E esperança suficiente para faze-la feliz.
As pessoas mais felizes não tem as melhores coisas,
elas sabem fazer o melhor das oportuni
dades que aparecem em seus caminhos.
A felicidade aparece para aqueles que choram…
Para aqueles que buscam e tentam sempre…
E para aqueles que reconhecem a importância das pessoas que passam por suas vidas.
O futuro mais brilhante é baseado num passado intensamente vivido.
Você só terá sucesso na vida quando perdoar os erros e as decepções do passado.
A vida é curta, mas as emoções que podemos deixar…
…duram uma eternidade…

Carinhos e Sensações



Como descrever uma sensação maravilhosa???

Me deparei com um clima calmo e tranquilo...

pouca luz, um cheiro agradável que estava no ambiente...

quando senti que seria a hora,

fui preparada pra isso com todos os seus ensinamentos...

e estava muito ansiosa por acontecer...

quando senti o primeiro açoite viajei como se sentisse o carinho dele

Só escutava a voz firme e som de cada estalo

do instrumento que cortava minha pele e ao mesmo tempo

me fazia sentir coisas maravilhosas




sentia que a intensidade aumentava e a dor também...

queria que aquela sensação durasse pra sempre

mas ele com a sua experiencia e responsabilidade,

cuidando do que é dele, parou...


assim um silêncio pairou e sentia suas mãos e seu lábios


sobre a pele me proporcionando mais carinhos


do que aqueles que já foram dados,


me preparando para sentir o calor da cera quente...


pingando em mim, era como um beijo dado a cada gota que caia


fazendo meu corpo responder me deixando cada vez mais excitada,


não sendo capaz de controlar o gozo foi inevitável...


de uma forma tão intensa e jamais sentida





e sem perder tempo...


possuiu o que é dele por direito


me fazendo ter vários outros orgasmos,


um infinito de sensações que me fizeram sentir


minha alma fora do meu corpo


me fazendo ter mais certeza ainda,


que a ele eu pertenço...


pois cada momento juntos é maravilhoso,


me fazendo sentir coisas jamais sentidas.


Só me resta agradecer por pertencer a ele,


obrigada dono de mim, por me mostrar o quanto sou sua


e por me permitir fazer parte de sua vida!!!



domingo, 22 de maio de 2011

Momentos

Quanto pode caber de mistério um cantinho de olho
que contempla o horizonte num olhar sem rumo,
ao léu que busca no céu a explica
ção para o tudo que não se vive
que quer viver, mas não se
vive, pela escolha incerta

Quanto pode caber de sorriso, num cantinho de lábios,
que pela angústia do momento faz-se febril,
fazendo-se espera do beijo apaixonado, translúcido, inteiro!
Que quer fazer eterno, um
único momento de amor!


Quanto pode caber de paixão, um cantinho de coração,
que repleto do desejo insano, faz-se querência do ter mais!
Que ilude a esperança numa fantasia lúdica,
suave melodia que quer sofrer pelo amor do segundo,

na metamorfose
do tempo!


Quanto pode sofrer a alma do artista que espera a musa,
que repleto de sonhos e de ilusões parte em sua conquista;

que incansável faz dos seus versos trombetas
que anunciam que quer ser feliz eternamente,
mesmo que seja num só instante.

Quanto pode morrer e renascer este amor louco, insano!
Que renuncia a tudo e a todos e se contorce dentro do templo,
que como um plasma per corre todos os cantos do corpo,

que acomoda-se no nada e manifesta-se no tudo, no poema!

Quanto pode ainda esperar a lua, que eternamente faz-se presente,
testemunhando o ardor dos olhos do artista
que a encarou na noite para poder ver à distância sua musa.
Que fez-se consolo e permitiu-se amar como um totem idílico!

(by Jonny Frem


Estamos aqui de passagem
Em um imenso aprendizado
Vivemos momentos felizes, Tristes E difíceis...
Inteligente é aquele que sabe lidar com os seus sentimentos
Se permite sofrer, chorar, ficar irado, brigar
Mas consegue apesar de tudo isso, prosseguir sorrindo.
É viver seus sentimentos sem culpa
Deixar que eles venham sem receio de sofrer
Mas também saber a hora de mandá-los embora.
Usar o que lhe foi ensinado de forma sempre positiva
Transformar a sua vida deixando-a leve e mais alegre.
Lembre-se:
Você é o autor desta "novela"
É você quem escolhe os atores principais e os coadjuvantes
E é você quem escolhe o tema musical desta criação
E aí você se lembra que temos que dançar conforme a música
Pois nossa vida oscila,
Um dia ela poderá tocar uma música triste
Ou em algum outro momento uma música romântica
Mas permita que toque muitas vezes "Aquela música",
Sim, aquela mesma!!
Que nos cria expectativa de sentir borboletas na barriga.
Então permita-se:
Chorar
Brigar
Gargalhar.
Respire fundo.....
Sinta o ar entrar
E encher os seus pulmões
E sinta-se feliz pois você está vivo/a!!!